[Vitória] Movimento ganha adesão de centenas de sócio-torcedores

O número mínimo de 1/5 dos associados com o mínimo de 18 meses, no total de 550 assinaturas de sócio-torcedores do Vitória para a convocação da Assembleia Geral Extraordinária, para pedir o impeachment do presidente Ivã de Almeida, sob a denúncia de “Gestão Temerária” já foi ultrassado? Na teoria sim, mas na pratica, o grupo responsável pelo movimento “Diretas no Leão” precisa filtrar e checar a condição de cada um dos assinantes para fechar o requerimento que será enviado ao presidente do Conselho Deliberativo, Paulo Catharino Neto, para a convocação da AGE.

 

Só no sábado, antes e durante o jogo do Vitória contra a Chapecoense, no Estádio Manoel Barradas, o grupo de cinco coordenadores recolheram 350 assinaturas de adesão do movimento “Diretas no Leão”, e nesta segunda-feira eles dão sequência na avaliação de cada assinatura para fechar o requerimento de solicitação da AGE. Além do Barradão, dezenas de postos estão espalhados pela cidade, inclusive no domingo, e as humilhações dentro de campo na disputa da Série A, ampliou muito a procura dos sócios.

“Não basta apenas assinar. É preciso que o sócio esteja em dia com suas obrigações sociais, e com o mínimo de 18 meses de associado. Temos de checar nome por nome para a legalidade e validade do requerimento”, explicou uma das coordenadoras da campanha, Suzi Vilán.

Um outro problema é a divergência entre o cadastro do SMV e o sócio-torcedor com relação ao seu tempo de registro, e os mais de 350 nomes, mas a expectativa é de quer ainda essa semana o requerimento esteja pronto e seja encaminhado ao presidente do Conselho.

Fonte: http://www.tribunadabahia.com.br/materia/I755/movimento-ganha-adesao-de-centenas-de-socio-torcedores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *