Ilha do Urubu x Maracanã, qual deve ser a casa do Flamengo?

A equipe do Histórico Futebol Melhor fez uma calculadora de borderô da Ilha do Urubu. É possível visualizar a receita com ingressos, as despesas (com ou sem penhora) e o lucro, de cada partida ou a média de todas as partidas. O usuário também pode inserir dados para simulação.

 

Fizemos uma simulação com base no último jogo do Flamengo no Maracanã como mandante, contra o Atlético MG.

  • Ao informarmos o público presente na calculadora da Ilha do Urubu, automaticamente é calculado o público pagante com base no histórico de gratuidades do próprio estádio.
  • Ao inserirmos a arrecadação (receitas), o ticket médio é calculado com base no resultado obtido no item anterior (público pagante) e na arrecadação informada neste item.

Usando os dados do jogo Flamengo x Atlético MG, no Maracanã, com público presente de 50.220 e arrecadação de R$ 1.874.265,00, temos o seguinte:

Ticket Médio calculado (Ilha do Urubu): R$ 45,57

Ticket Médio real, tirado no borderô da CBF no jogo Flamengo x Atlético MG (Maracanã): R$ 44,02

Conclusão: houve mais gratuidades na Ilha, em média, do que no Maracanã no referido jogo.

Lucro Líquido calculado (Ilha do Urubu): R$ 1.042.343,86

Lucro Líquido real, tirado no borderô da CBF no jogo Flamengo x Atlético MG (Maracanã): R$ 384.947,97

Conclusão: jogar na Ilha é MUITO mais barato.

 

Mas tem um “detalhe” que muda tudo. A Ilha não comporta tantos torcedores quanto o Maracanã.

Portanto, simulamos como seria o jogo entre Flamengo x Atlético MG se tivesse sido na Ilha, com lotação igual ao jogo contra o São Paulo, onde o Flamengo registrou maior número de torcedores na nova casa e ticket médio igual ao do Maracanã, que foi bem abaixo da média praticada na Ilha.

Mesmo tendo despesas proporcionais inferiores, a Ilha com ticket médio igual ao do Maracanã, não tem o mesmo potencial de lucro. E é por esse motivo que a Ilha está sendo usada administrativa e financeiramente como ~arena~, e tecnicamente como estádio.

Para obter o mesmo lucro – que o Flamengo teve no jogo contra o Atlético MG, no Maracanã – na ilha, o Flamengo precisaria de um ticket médio de aproximadamente R$ 71,00 (a média atual da Ilha é R$ 74,84).

Portanto, em termos de lucros, o preço praticado pelo Flamengo está bem próximo do ideal (potencial máximo), um pouco acima do “necessário”.

A grande questão permanece, agora com mais subsídio para a decisão:

Em termos esportivos é melhor jogar em um estádio pequeno, lotado, ou em um estádio grande, com 70, 80% de lotação? Frisando que o Maracanã comporta mais torcedores, podendo ter um ticket médio menor, com isso, menor elitização. Essa é a pergunta que os dirigentes rubro-negros devem responder com base estritamente técnica (talvez a briga política/comercial pela situação do Maracanã afaste o Flamengo do estádio, o que lamentavelmente incluiria fator extra-técnico), uma vez que não geraria diferença financeira (não para o clube, para o torcedor faria muita diferença – financeira e logística).

A análise até o momento foi baseada em maior potencial de lucro, necessário para cobrir os altos custos do departamento de futebol.

Para incluir mais torcedores no seleto grupo de pessoas que têm condições de assistir o Flamengo em seu estádio, o clube poderia separar um pequeno percentual de ingressos para pessoas que comprovadamente têm renda “baixa”.

O Internacional saiu na frente mais uma vez aprovando um plano sócio torcedor popular, com mensalidade de 10 reais e ingresso também a 10 reais (veja aqui).

Os consulados e embaixadas também podem ajudar nessa questão, fazendo um trabalho de levar torcedores de baixa renda para o estádio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *