Em 2014, só um time tinha mais de 100 mil sócios-torcedores; agora serão sete

Os programas de sócio-torcedor finalmente emplacaram no Brasil, e os clubes estão conseguindo angariar cada vez mais fãs. Com isso, o número de times com 100 mil fidelizados só aumenta, sendo que em 2014 havia apenas um, o Internacional.

 

O Atlético-MG, por exemplo, foi quem mais conseguiu adesões em junho e agora possui 96.692 sócios-torcedores, de acordo com os números do site especializado Histórico Futebol Melhor.

A meta do presidente alvinegro, Daniel Nepomuceno, era atingir a marca de 100 mil até o final de seu mandato, em dezembro deste ano.

Assim, o Galo está próximo de ser o sétimo clube brasileiro a alcançar seis dígitos de sócios-torcedores.

O Inter foi o pioneiro no país com um programa eficiente e há três anos tinha 125.297 associados. Hoje, após atualizações, o clube colorado tem 121.756, segundo o Histórico Futebol Melhor, e ocupa a quinta posição.

Quem lidera essa lista é o Palmeiras, que hoje tem 122.778 sócios-torcedores. O time alviverde foi impulsionado pela construção do Allianz Parque e também pelas recentes conquistas – Copa do Brasil em 2015 e Brasileirão de 2016.

O Grêmio é o segundo colocado com 119.187 fidelizados – outro que inaugurou um estádio moderno que leva o seu nome. O São Paulo está em terceiro na tabela com 114.537, seguido pelo rival Corinthians (112.917), mais um que conseguiu uma casa nova recentemente.

Quem fecha o top 6 do clube dos 100 mil sócios-torcedores é o Flamengo, com 101.502.

Com relação ao seu arquirrival, o Atlético-MG pode gabar-se de seu número: afinal, o Cruzeiro é o oitavo na lista, mas com quase metade dos associados alvinegros – 53.482.

Fonte: http://espn.uol.com.br/noticia/708899_em-2014-so-um-time-tinha-mais-de-100-mil-socios-torcedores-agora-serao-sete

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *